Ago
24

Últimos dias: Seleção para correspondente da EmdiaBrasil Rádio

As inscrições para o processo seletivo para CORRESPONDENTE da Rede de Rádios EmdiaBrasil seguem até o dia 25 de agosto. São quarenta vagas para alunos e ex-alunos dos projetos coordenados pelo Instituto Comradio do Brasil, sendo eles Jovens Radialistas do Semiárido, Um Olhar para a Cidadania e para alunos e ex-alunos da Escola Comradio do Brasil.

Veja o edital e a ficha de inscrição

Ago
18

Instituto Comradio abre seleção para correspondente da EmdiaBrasil Rádio

O Instituto Comradio do Brasil abre inscrições para o processo seletivo para CORRESPONDENTE da Rede de Rádios EmdiaBrasil. São quarenta vagas para alunos e ex-alunos dos projetos coordenados pelo Instituto Comradio do Brasil, sendo eles Jovens Radialistas do Semiárido, Um Olhar para a Cidadania e para alunos e ex-alunos da Escola Comradio do Brasil, em Teresina.

A inscrição é gratuita e será realizada mediante o envio de ficha de inscrição para o endereço eletrônico instituto@comradio.com.br, ou entregar ficha impressa e devidamente preenchida aos referentes locais do projeto Jovens Radialistas do Semiárido e Um Olhar para a Cidadania, ou ainda no endereço Avenida Jóquei Clube, Ed. Eurobusiness, Sala 1012, 10º andar, próximo ao Shopping Riverside em Teresina, das 8h30 às 12h00 e das 14h às 17h em dias comerciais. Os interessados devem se inscrever no período de 18 a 25 de agosto de 2015.

Veja editalficha de inscrição

Ago
18

​Novos comunicadores recebem certificado profissionalizante

Felicidade e emoção marcaram a entrega do Certificado aos novos comunicadores do Piauí, na formatura do Projeto Um Olhar Para a Cidadania, que aconteceu dia 8 de agosto, no Auditório da Câmara de Dirigentes Lojistas. A solenidade contou com a presença dos formandos das turmas "A" e "B" do Curso técnico em Rádio e Tv, da Escola Comradio do Brasil.


Maria Lindalva, oradora da turma, falou sobre a alegria de receber o Certificado de radialista. “Eu estou lisonjeada de estar aqui hoje. Pra nós é maravilhoso falar de mais uma de nossas conquistas. E falar de conquistas é falar se sonhos e esse curso faz parte de nossos sonhos. Nós agora estamos aptos e preparados para competir em pé de igualdade com os outros profissionais”, afirma.

Joel Silva, radialista homenageado na solenidade orientou os novos comunicadores a pautarem seu trabalho através da ética. “É preciso que os novos colegas saibam que a repetição é a mãe da perfeição, não se cansem de repetir as palavras. Deixem as palavras brotarem do fundo dos seus corações e não as usem para interesse próprio, mas através destes microfones usem para o interesse de quem está do outro lado”.

O projeto é executado desde 2011 pelo Instituto Comradio e tem como objetivo favorecer a inclusão social do cego, através da formação para Rádio e TV. Para isso, conta com o apoio da Faculdade Santo Agostinho, da Cooperforte e da OI Futuro.

Jul
22

​Como o teatro pode melhorar a vida do deficiente visual?

Nesta sexta-feira, 17 de julho, os beneficiários do Projeto Um Olhar Para a Cidadania participaram de uma oficina de teatro com a jornalista, atriz e diretora do teatro do Oprimido Norma Soely. A reunião serviu como treinamento para os alunos, que se formam este ano, e irão apresentar uma peça teatral sobre mobilidade humana durante a Aula da Saudade, que acontece no dia 1 de agosto.


Oficina de teatro com a professora Norma Soely

A solenidade de formatura acontecerá no dia 8 de agosto, junto com duas turmas do curso técnico em Rádio e Tv da Escola Comradio do Brasil. A professora já havia orientado a realização da peça ‘Coisas de Cego’, no dia 13 de dezembro de 2014, em comemoração ao Dia do Cego. Relembre aqui.

Desde então, os alunos se sentem mais seguros para falar em público. É o que afirma a mãe da aluna Ângela Noleto, Raimunda Maria: “a vida da minha filha depois do teatro se modificou muito, principalmente porque ela tinha um bloqueio na fala. Ela achava que a voz dela era feia, mas isso ela superou. Antes não falava em público, agora fala e está até achando a voz bonita”.

Para Solange de Carvalho, a oficina também foi uma oportunidade de aprendizado. “Foi uma experiência única porque sou uma pessoa extremamente tímida. Consegui interagir mais, me soltar mais e desde pequena tinha vontade de fazer teatro”, afirma a beneficiária. 

Jul
15

Aluna ministra aula sobre termos em inglês mais usados no rádio

Lindalva Soares, uma das beneficiárias do Projeto Um Olhar Para a Cidadania, ministrou aula de inglês nesta sexta-feira 10 de julho, aos colegas de curso. A aluna afirma que sentiu a necessidade de realizar essa oficina, pois a língua inglesa é importante universalmente.

“A gente precisa do inglês para tudo, pois no dia-a-dia usamos expressões nessa língua sem perceber”, afirma. Na rotina do rádio não é diferente. Termos como cheklist, release, script, teaser e lead são bastante comuns e foram abordados no curso. Mas para aprender uma segunda língua, de acordo com Lindalva, é necessário dominar primeiro o português. O segundo passo, é não pensar em tradução das expressões e sim no contexto, pois aprender outra língua é uma questão cultural. “Devemos aprender a pensar em inglês”, conclui.

Para Honey Melo, o aprendizado é importante para a profissão que ele quer seguir. “Nós que trabalhamos para futuramente sermos radialistas, vemos que algumas palavras em inglês são muito usadas, então é necessário que se tenha o mínimo de aprendizado para não se perder mais na frente”, afirma.

Jul
09

Ouça depoimentos dos beneficiários sobre mobilidade humana

Nesta terça-feira, 7 de julho, os beneficiários do Projeto Um Olhar Para a Cidadania concederam entrevista sobre seus trabalhos de conclusão de curso ao Programa Via Livre, da Rede de Rádios EmdiaBrasil. Lindalva Soares falou sobre a importância da conscientização da sociedade em relação às pessoas com deficiência visual, através das campanhas radiofônicas gravadas sobre mobilidade humana. O tema bordado pela aluna foi a falta de áudio descrição nos cinemas, recurso importante para o entretenimento dos cegos. A EmdiaBrasil é um centro de produções que atua junto a 15 emissoras parceiras no Piauí. Confira a entrevista:

Jul
07

​Trabalhos de conclusão de curso conscientizam sobre mobilidade humana

“Me sinto realizado por chegar até o final do curso, pois esta é uma grande batalha. Muitas pessoas fecham as portas, mas essa a Comradio abriu pra gente e chegamos até o fim, mostrando para a sociedade que podemos avançar vários obstáculos”. O mérito da conquista é de Rodrigo Nascimento, um dos alunos que apresentaram seu trabalho de conclusão de curso do Projeto Um Olhar Para a Cidadania, na última sexta-feira, 03 de julho.

Os beneficiários do curso técnico em Rádio e Tv gravaram campanhas radiofônicas com duração de 30 segundos e dramatizadas sobre o assunto mobilidade humana. Além disso, fizeram apresentação teórica do trabalho com duração de 10 minutos com a justificativa da campanha, o público-alvo e estratégias de veiculação.

Os temas foram escolhidos de acordo com a vivência como deficiente visual: difícil acesso às escolas, cinemas que não oferecem áudio descrição e dificuldades de atendimento nos comércios. O grupo de Francisco Valdelício escolheu falar sobre falta de acessibilidade nas ruas, mais especificamente em pontos de ônibus. Para ele, o deslocamento no transporte público até o trabalho ou à faculdade é difícil:

“Nós percebemos que falta mais acessibilidade em Teresina. É preciso um preparo por parte das pessoas, uma conscientização, pois nos pontos de ônibus passamos muito tempo e ninguém tem a iniciativa de perguntar: você está precisando de ajuda? Falta uma orientação que pode ser feita através de dinâmicas nas escolas, por exemplo”, explica Francisco sobre os motivos que levaram seu grupo a escolher esse assunto. Após as apresentações a banca examinadora fez suas considerações e os alunos têm a possibilidade de realizar alterações e melhoramentos caso necessário.

Jul
02

Familiares debatem impactos do projeto na vida dos alunos

Para tentar mensurar o impacto do Projeto Um Olhar Para a Cidadania na vida dos deficientes visuais, uma reunião com os familiares dos beneficiários aconteceu no dia 24 de junho. Auridéia da Silva, mãe de Honey Melo, conta que o filho perdeu a visão aos cinco anos. Mesmo com os desafios, ela acredita que esta foi uma forma de aprendizado para si mesma e para a família.

A partir do curso técnico em Rádio e TV, Auridéia acredita que o filho tem um leque de opções maior para se profissionalizar. “Com o projeto o Honney se redescobriu, eu me redescobri. Além da proposta da qualificação profissional, que é muito difícil, a barreira pra ele é grande, tem a questão do social. Hoje o Honney é mais aberto, mais alegre, pôde se inserir com outras turmas com pessoas videntes e teve a oportunidade de conhecer o rádio”.

O Projeto Um Olhar Para a Cidadania, realizado pelo Instituto Comradio do Brasil, tem como objetivo favorecer a inclusão social do cego, através da formação para Rádio e TV e para isso, conta com o apoio da Faculdade Santo Agostinho, da Cooperforte e da OI Futuro.

Jun
16

Alunos gravam programas de rádio na 13º edição do Salipi

Na sexta-feira, 12 de junho, os alunos do Projeto Um Olhar Para a Cidadania, realizaram atividade prática no 13º Salão do Livro do Piauí, que aconteceu no Espaço Rosa dos Ventos-UFPI. Através da gravação de programas de rádio e entrevistas com os participantes do evento, os beneficiários colocaram em prática os conhecimentos obtidos em sala de aula.

A programação do Salipi, que ocorreu entre os dias 5 e 14 de junho, contou com palestras, lançamentos de livros, bate-papos literários, fóruns, vendas de livros e atrações culturais. Neste ano, o tema foi “A leitura nutre a inteligência” e o homenageado foi o historiador Monsenhor Chaves. Na oportunidade o aluno Rodrigo foi entrevistado pela Rádio FM Universitária, sobre a participação do Projeto Um Olhar Para a Cidadania, que é realizado pelo Instituto Comradio com o apoio do Oi Futuro e da Cooperforte, no evento.