Abr
10

Primeiro teste do aparelho UOC foi bem sucedido

No decorrer da aula sobre “Texto para ler e para falar no rádio II”, alheio a atenção dos alunos e do professor Ubiracy Sabóia, ocorreu o primeiro teste do aparelho UOC.

 

Descrição de imagem: A aluna Márcia Cristina está sentada em uma carteira escolar. Ela segura um microfone que capta o som da audiodescrição que ela faz para transmitir ao aparelho UOC. 

O aparelho UOC, batizado assim para homenagear o projeto, serve para transmitir audiodescrição em tempo real. Sendo audiodescrição um recurso que possibilita a pessoa cega e de baixa visão ter acesso às informações que os videntes compreendem visualmente, através de uma narração. As descrições acontecem nos espaços entre os diálogos e nas pausas entre as informações sonoras, evitando assim sobreposições.

 

Descrição de imagem: Monitor do projeto, Luís Sampaio, sentado em uma carteira escolar ao lado dos alunos na sala de aula. Ele usa fone de ouvido e segura um rádio nas mãos.

Participaram do teste a aluna Márcia Cristina e a monitora Letícia Sousa, como audiodescritoras, e o monitor Luís Sampaio como ouvinte. Durante esse primeiro momento apenas Luís teve acesso a audiodescrição, mas o próximo passo é tornar acessível para todos os alunos a experiência de saber detalhes em relação a aula como a aparência do professor, seus movimentos com a mão, a movimentação das pessoas na sala e etc.

 

Descrição de imagem: Aluna Márcia Cristina está sentada ao lado do aluno Batista e da voluntária Letícia. Márcia segura em suas mãos o microfone do aparelho UOC.

Em breve serão feitos mais teste.

Vídeo da aula:

Abr
10

“Ele nos passou uma noção que não tínhamos sobre o comunicador ser direto”

“Ele nos passou uma noção que não tínhamos sobre o comunicador ser direto” é assim que o aluno Antonio Batista define a aula sobre ‘Texto para ler e para falar no Rádio I’ ministrada pelo professor Aloísio Pereira no dia 19 de fevereiro.

 

Descrição de imagem: Sentados na primeira fileira de cadeiras estão sentados, da esquerda para a direirta, o aluno Edicarlos e ao seu lado o Professor Aloísio, ambos com deficiência visual. Na fileira fileira de trás estão outros alunos.

Nessa aula o professor falou sobre ordem direta, entonação e sedução no rádio. Explicou que para seduzir no rádio o locutor precisa de bem mais que apenas uma voz bonita, ou seja, precisa saber falar de forma direta e fácil de ser entendida, facilitando a compreensão do deu ouvinte. 

  

Descrição de imagem: Na imagem aparecem as alunas Djanusa e Teresina sentadas prestando atenção na aula.

Durante a aula também teve um debate entre os alunos sobre qual é a melhor maneira de tornar o assunto tratado compreensível para o ouvinte, além de uma dinâmica que dividiu a sala em duplas, sendo cada membro responsável por faz uma frase em ordem direta e apresentar para turma. 

Abr
10

Comunicação e Acessibilidade, uma aula de cidadania

“A aula dada pelo Luís me tocou muito, eu achei incrível. É simplesmente maravilhosa a maneira e a metodologia que ele trabalha”, a fala da aluna Luísa Maria Mendes resume a opinião de todos os presentes na aula de Comunicação e acessibilidade, dada pelo professor Luis Sampaio no dia 12 de fevereiro.

 

Descrição da Imagem: Os alunos sentados em fileira. Em ordem, da esquerda para a direita, sentados na primeira fileira, aparecem: Benylson, Jucelma, Arisvaldo, Edicarlos, Annie Shamira, Djanusa e Evanir. Já na segunda aparece a Teresinha.  

A animação dos alunos já era perceptível antes mesmo do início da aula, já que seria a primeira do curso com um professor cego e a tratar de um tema de conhecimento de todos os presentes a ‘acessibilidade’.

E o professor Luis não deixou a desejar, realizou uma dinâmica, que consistia em fazer os alunos formarem duplas e descreverem uns aos outros, além de apresentar o recurso de audiodescrição através de um clipe musical, tornando a aula bem acessível, como afirma a estudante Jucelma Sousa, “hoje foi tudo mais acessível pra gente. A gente pode participar mais”, conclui.  

 

Descrição de Imagem: Professor Luís Sampaio em pé na frente de alguns alunos e da coordenadora do UOC Milena Rocha, que manipula um notebook. 

Vídeo usado na aula: 

Abr
10

“Conhecimento é algo que ninguém tira. É da gente”

“Conhecimento é algo que ninguém tira. É da gente”, com essa frase a aluna Irací Parreão deu a primeira contribuição na aula sobre “História da comunicação: De Gutemberg a Jobs”, que ocorreu no dia 27 de janeiro de 2016, ministrada pelo professor Francisco José.

  

Descrição da imagem: Francisco José, em pé e gesticulando com as mãos, em frente aos alunos do projeto que estão todos sentados em fileiras.  

Durante a aula foram discutidos temas como: a evolução dos meios de comunicação, a importância do conhecimento e curiosidades apresentadas pelos alunos. Sendo a discussão sobre a migração das rádios AM para FM e a profissão de radialista uns dos ápices da aula. 

 

Descrição da imagem: Em destaque, a direita, o aluno Benylson, sentado com a bengala apoiada em suas pernas, enquanto tateia a embalagem de um pendrive, ao seu lado a aluna Jucelma, também sentada.

Ao comentar sobre a aula, o professor Francisco destaca a interatividade gerada a partir de cada um dos pontos trabalhados na aula. “Percebi que cada descoberta representava também um motivo a mais para novas possibilidades, por exemplo, ao falar sobre rádio, surgiram vários questionamentos sobre web rádio e criação de apps", afirma. 

 

Descrição da imagem: Aparecem na imagem os alunos Benylson e Edicarlos, sentados e de costas para a câmera, servindo como moldura para o professor Francisco que aparece em pé, próximo ao quadro e de frente para os alunos (e câmera).

Mar
18

Comradio lança Campanha #aruaéparatodos

A Rede Comradio do Brasil lança neste sábado, dia 19 de março, as 18h30, a campanha Mobilidade Humana - #aruaéparatodos, durante a solenidade de formatura dos alunos da Escola Comradio. Serão 12 dias de veiculação de matérias e documentários, 670 horas de entrevistas e debates em busca de soluções sobre o tema mobilidade humana na Rede de Rádios Comradio do Brasil e setenta e oito posts nas mídias sociais.

Esta campanha tem como objetivo entender, refletir e abrir o debate sobre o direito de ir e vir nas cidades e conta com a participação direta dos alunos formados no Curso de Rádio e Tv da Escola Comradio. Através dos trabalhos de conclusão de curso, os alunos produziram 12 reportagens para o rádio e 12 documentários que tratam sobre a lei das calçadas, ciclovias, ciclofaixas, faixa de pedestre e sinal sonoro.

Em pesquisa feita pelo Projeto um Olhar Para Cidadania, curso que forma pessoas com deficiência visual para atuar em Rádio e Tv, constatou-se que na cidade de Teresina dos 200 semáforos que existem hoje, apenas 12 possuem a botoeira sonora. Esse equipamento é indispensável para travessia de pedestres com deficiência visual, pois emite um som para avisar que o sinal está livre para pedestres.

Acompanhe a intervenção no Facebook Comradio do Brasil.

Vídeo da Intervenção com audiodescrição:


Fev
03

"Acredito que já faço parte da família comradio"

“Quando entrei no projeto Um Olhar para a Cidadania, o Instituto Comradio foi muito importante pra mim, por que estava atravessando um momento difícil. Perdi pessoas que eu amo, perdi o emprego, quase perdia a dignidade”. Foi assim que Solange Marques, aluna do projeto Um Olhar Para a Cidadania na turma de 2014, começou a contar sua história de superação na segunda aula do projeto, que aconteceu dia 22 de janeiro de 2016.

“A Comradio me ajudou a superar esse momento, a professora Norma Suelly ajudou com as aulas de teatro. Sou tímida, mas na peça teatral até dancei e consegui interagir mais com as pessoas. Por isso, acredito que hoje já faço parte da família Comradio”, afirma Solange. O Projeto Um Olhar Para a Cidadania atua desde 2012 formando pessoas com deficiência visual em radialismo, através do curso técnico de comunicação social.

Neste ano de 2016, o projeto retoma suas atividades com 20 alunos inscritos na nova turma. Para um melhor aproveitamento das aulas esse momento foi a oportunidade de alunos e professores trocarem experiências e tirarem dúvidas sobre a melhor forma de ministrar aula para deficientes visuais. Os alunos pontuaram que é importante sempre descrever o que está se passando no ambiente. Também é necessário atentar para a pronúncia das palavras, pois erros podem fazer com que as palavras formem imagens feias na cabeça das pessoas.

O professor Ubiracy Sabóia destaca que o rádio é o único meio de comunicação que trabalha com a imaginação das pessoas. “No rádio o comunicador pode formular as notícias, detalhando para os ouvintes possam desenhar as imagens na cabeça”, afirma. A fonoaudióloga Mayanna Magalhães aproveitou o momento para falar sobre o medo que os alunos têm de falar no rádio: “é importante que vocês deixem de lado o medo de falar, pois não é o mais importante. A questão aqui é trabalhar a voz para transmitir bem a informação”.

Jan
28

Aula Inaugural: Que comunicação é essa?

“Que comunicação é essa que muitas vezes a gente escuta nos rádios, os locutores dando informações sem os devidos cuidados e ouvintes fazendo participações sem o menor respeito por alguém que está do outro lado?" Este é o questionamento que Antenilton Marques, presidente do CONADE fez durante a Aula Inaugural do Curso Técnico em Comunicação da Escola Comradio do Brasil.

A aula que aconteceu no dia 23 de janeiro contou com o tema: Que comunicação é essa? e reuniu os novos alunos das turmas C15 e C16 da Escola Comradio e do Projeto Um Olhar Para a Cidadania. Participaram do momento a jornalista e professora da Escola Karla Nery, o radialista Joel Silva como mediador e Antenilton Marques.

Karla Nery falou sobre as mudanças nas formas de se comunicar com a popularização dos smarthphones, tablets e ainda das redes sociais e blogs. “Hoje cada vez mais nós comunicadores temos que nos aprofundar e mostrar mais qualidade na comunicação que fazemos, pois as informações andam cada vez mais rápidas, as redes sociais podem dar a informação mais rápido, mas com o imediatismo essa informação às vezes pode vir errada. Então cabe a nós esse papel de apuração”, afirma Karla.

Durante o encontro foi explicado como funciona a grade curricular do curso, que conta com disciplinas como Rádio, Tv, Mídias Sociais, Cerimonial de Eventos e Fotografia. Este ano o curso tem como novidade as novas formas de captação de imagens com o uso de drones. A grade conta ainda com Espaços de Diálogo - palestras de profissionais renomados no mercado e aulas de imersão, para maior aprofundamento do conteúdo.

As aulas do Projeto Um Olhar Para a Cidadania começam no dia 22 de janeiro, na turma C15 as aulas iniciam nos dias 11 e 12 de fevereiro (quinta e sexta) e na turma C16 a aula inicia no dia 13 de fevereiro (sábado). As matrículas nas novas turmas da Escola Comradio ainda estão abertas, é só ligar 3221 0775 ou ir até a sede da Comradio no Edifício Eurobusiness, na Avenida Jóckey, ao lado do Riverside, 10º andar sala 1012.

Jan
22

Professor Francisco José - Projeto Um Olhar Para a Cidadania

Nós perguntamos aos nossos professores como eles se sentem fazendo parte do Projeto Um Olhar para a Cidadania e contribuindo na vida das pessoas com deficiência visual. O depoimento do radialista Francisco José é inspirador.

Jan
13

Lista dos selecionados para a nova turma do Projeto

Saiu a lista dos alunos selecionados para a turma 2016 do Projeto Um Olhar Para a Cidadania. A aula inaugural acontece no dia 16 de janeiro (sábado), às 18h30, no Auditório do Centro Pastoral Paulo VI, localizado na Avenida Frei Serafim, nº 3200. Segue abaixo a lista nominal, por ordem alfabética, dos selecionados.

1.ANA SAMIRA MIRANDA OLIVEIRA

2.ANDRIS DE ARAÚJO

3.ARISVALDO LIMA MONTEIRO

4.BENYLSON DAS NEVES SILVA

5.DJANUSA SANTOS DE MELO

6.EDIANNY MACEDO CAMPELO

7.EDICARLOS DA PAZ MENDES

8.ELENISE MAURO SILVA

9.EVANIR MARIA DE OLIVEIRA TORRES

10.IONADSON MARQUES BASTOS

11.IRACÍ MATOS PARREÃO

12.JAÍNE ALICE SOARES

13.LUIZA MARIA MENDES

14.LUZIA DE ASSIS BATISTA DA SILVA

15.MÁRCIA CRISTINA VIEIRA NUNES

16.MARIA LUZIA LOURENÇO DE ASSIS RODRIGUES

17.ROSINES MOURA DA SILVA

18.TAYS TALITA DA SILVA

19.TERESINA FRANCISCA DO NASCIMENTO

20.TICIANY DE SOUSA E SILVA FERREIRA